segunda-feira, dezembro 12, 2005

Balas de Santos


Hoje o dia parece que corre mal, só faço merda (desculpa), só digo merda (desculpa), só penso em merda (desculpa) e acima de tudo só vejo e oiço merda. Estou num daqueles dias onde tenho a sensação que um tiro na tola não era suficiente. Nem na minha, nem na dos outros. Pode ser que daqui a alguns meses, dias, minutos, tudo isto passe. Mas até lá o mundo deve agradecer que não tenho uma bala.

3 comentários:

Mara Santos disse...

tem calma que os teus problemas hão-de resolver-se, não tentes nunca ir pelo caminho mais fácil porque nunca é esse que nos faz vencer!
tenho uns amigos músicos habituados a deparem-se com "Nãos" e a máxima deles ajuda-me sempre quando atravesso situações dificeis, espero k tb te ajude a ti. Ora cá vai:

"Quando uma porta se fecha só temos 3 opções: Ou vamos à volta, ou arrombamos ou saltamos o muro".

Pensa nisto e fica atento a todas as possibilidades, não desanimes nem desistas de chegar mais além!

blue note disse...

Percebo a tristeza mas, acredita, não é caso para tanto. O melhor que temos a fazer quando fazemos, ou dizemos, ou pensamos o que não devíamos, é tentar perceber porque o fazemos, e tentar não voltar a fazer. Boa???
Ainda não li quase nada, mas prometo um dia destes ler tudo, ou quase, porque é muito!!! Grande produção.
Força e segue de cabeça erguida. Estamos aqui para te apoiar como de certo o fazes connosco.

António_Pinto_de_Mesquita disse...

Boas,
Como muito do que aqui se pode ler este era mais um dasabafo do que uma realidade, chamemos-lhe um reflexo de um dia pouco positivo na minha cabecinha cabeluda.
Abraços

| Top ↑ |